Carta Aberta ao Capitão Luisão!

CARTA ABERTA AO CAPITÃO LUISÃO

E se te tivessem dito há 15 anos, caro capitão Luisão, que virias ser o jogador com mais títulos conquistados do clube que, nascido na Farmácia Franco em 1904, é o maior de Portugal e um dos maiores do mundo? E se te tivessem dito também que te virias a juntar a nomes como Nené, António Veloso e Mário Coluna, nomes que ocupam o topo da lista de jogadores que mais jogos realizaram de águia ao peito? E se, num ato de loucura, tivessem acrescentado ainda que virias a “comandar” a equipa que viria a ganhar um inédito tetracampeonato?

Terias achado surreal, não é? Na ingenuidade dos teus 24 anos nunca sonhaste que virias a ser uma peça tão fundamental num clube que, na altura, se apresentava sem ideias e sem vontade de vencer. Acredito que, quando cá chegaste, tiveste medo. Acredito que muitas foram as dúvidas que surgiram na tua cabeça. Afinal eras apenas um jovem promissor que queria despertar os olhares do mundo como qualquer outro futebolista. Mas acredito também que, ao veres o nosso Benfica a renascer das cinzas, não tiveste dúvidas que esta era a tua verdadeira casa e que tinhas vindo para ficar.

Hoje cá estás tu do nosso lado, sem nunca nos teres abandonado. Tornaste-te capitão. O líder de um plantel que, mesmo em constante mudança, te vê como um verdadeiro exemplo dentro e fora de campo. O líder ao qual as palavras certas não faltam quando são necessárias, seja em tempos de crise ou em tempos de festa. O líder que transforma os nossos guerreiros num grupo coeso e unido, capaz de enfrentar qualquer batalha que lhes apareça à frente.

Obrigada por isso, capitão. Obrigada por seres o líder que qualquer plantel sonha ter. Obrigada por viveres o Benfica como todos nós o vivemos. Obrigada por, há 15 anos, teres confiado numa visão que parecia ser bastante longínqua e meio louca, uma visão partilhada contigo pelo nosso caro presidente e que foi e está a ser concretizada. Obrigada por todos estes anos em que, com orgulho e dedicação, vestiste o nosso manto sagrado e nos ajudaste a alcançar sonhos nunca antes alcançados. E, se por algum motivo um dia te fores embora, quero que saibas que irás sempre ser recordado por todos nós com o mesmo carinho e admiração com que recordamos todos aqueles que, tal como tu, foram e sempre serão muito mais que um jogador.

15 anos depois da tua chegada à nossa muy nobre casa, caro capitão Luisão, és o jogador com mais títulos conquistados do clube que, nascido na Farmácia Franco em 1904, é o maior de Portugal e um dos maiores do mundo. O teu nome está junto a nomes como Nené, António Veloso e Mário Coluna, nomes que ocupam o topo da lista de jogadores que mais jogos realizaram de águia ao peito. E, porque por vezes os sonhos tornam-se mesmo realidade, “comandaste” a equipa que viria a ganhar um inédito tetracampeonato. Ainda achas surreal?

Previous Entries Conheça o novo reforço do Benfica! (Gabriel) Next Entries ÚLTIMA HORA: RUI VITÓRIA!